4 principais erros na criação de uma campanha de e-mail marketing

4 principais erros na criação de uma campanha de e-mail marketing

6 Flares 6 Flares ×

Campanhas de e-mail marketing são uma das melhores ferramentas para aquisição de clientes. Independentemente do produto ou serviço ofertado, é a estratégia mais barata e uma das que atingem maior alcance.

Porém, as newsletters também sofrem com os erros de quem monta as campanhas. Ao contrário de campanhas de anúncios, onde é possível fazer pequenas alterações em busca de um melhor resultado, um e-mail disparado não permite que erros sejam corrigidos. Isso significa que ele é muito mais delicado de se trabalhar.

Para te ajudar na elaboração de um bom e-mail marketing, abaixo listamos os quatro principais erros desse processo a serem evitados.

Base de e-mails sem segmentação

Independentemente do tamanho da sua base de e-mails, não segmentá-la é o principal erro de todo empreendedor nas primeiras campanhas de e-mail marketing. Disparar a mesma mensagem para todos reduz suas chances de abertura, clique e, principalmente, vendas.

Crie um banco de dados e lembre-se de adicionar o maior número de informações de cada contato. Localização, sexo, perfil de compra, entre outros, são bons dados para utilizar como base na criação de campanhas segmentadas, que trarão melhores resultados por estarem alinhadas com os interesses do seu cliente.

Ausência de design responsivo

O número de e-mails lidos através de dispositivos móveis tem se multiplicado nos últimos anos. A tendência, dada a comodidade e praticidade, é que esses números continuem aumentando. Dessa forma, não criar campanhas de e-mail marketing que sejam pelo menos amigáveis a smatphones e tablets é um grande erro que impacta diretamente nas suas conversões.

Criar um layout de e-mail otimizado para dispositivos móveis é apenas o primeiro passo. Lembre-se de incluir imagens leves para não sobrecarregar o acesso 3G do cliente e também de não deixar links muito próximos uns dos outros, pois isso dificulta o clique. Design responsivo é a ordem da atualidade.

Pouca preocupação com o conteúdo

O conteúdo do e-mail marketing precisa ser o núcleo de toda a campanha. Incluir banners gigantes contando sobre suas promoções diminui o interesse do leitor pela sua mensagem, por tratá-la apenas como um objeto para conseguir mais vendas.

Inclua conteúdo que traga algum tipo de conhecimento para o seu leitor. E lembre-se de criar mensagens segmentadas. Pessoas que nunca compraram seus produtos e serviços precisam de conteúdo que cubra o topo do funil de vendas, enquanto as recorrentes exigem conteúdo do meio do funil.

Falta de atenção aos detalhes

As taxas de conversão do e-mail marketing são muito afetadas pelos detalhes – que são fundamentais. O corpo “assunto” impactará na taxa de abertura dos e-mails, mas o primeiro subtítulo, que geralmente aparece na mesma linha do “assunto” antes de o leitor abrir o e-mail, também deve abrigar argumentos para que a mensagem seja lida.

Lembre-se também de não criar uma newsletter apenas com imagens. Muitos clientes de servidores de e-mail, como Gmail e Outlook, não mostram imagens sem a autorização do leitor, deixando apenas um espaço em branco.

Evitar esses erros te ajudará a ter melhores números em seu e-mail marketing, atraindo mais leads e convertendo mais vendas. É fundamental que você teste todas as dicas para entender como elas impactarão no seu desempenho.

Alguma dúvida ou sugestão? Deixe seu comentário que nós responderemos! E fique ligado para mais dicas e informações como estas!

6 Flares Twitter 3 Facebook 3 Google+ 0 6 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − 3 =