Métricas de e-mail marketing: o que monitorar em uma campanha?

Métricas de e-mail marketing: o que monitorar em uma campanha?

0 Flares 0 Flares ×

Se você quiser manter um bom relacionamento com a sua base de clientes de forma a realizar novas vendas e promover a sua marca, uma campanha de e-mail marketing que fale de perto ao seu público é fundamental. Mas não basta redigir o e-mail e simplesmente disparar: é preciso ficar atento ao que os números dizem sobre a performance da campanha.

Neste post você vai conhecer algumas das principais métricas de e-mail marketing que devem ser monitoradas em uma campanha. Confira!

Taxa de abertura

Se um destinatário não chega a sequer abrir o seu e-mail, você tem um grande problema que vai anular todas as outras métricas. A taxa de abertura é fundamental por isso: ela indica que sua linha de assunto é atrativa o suficiente para fazer com que o usuário decida abrir o seu e-mail.

Uma dica é redigir um assunto com até 35 caracteres (para que não apareça cortado no visor) e incluir uma variável de nome ou sobrenome do destinatário — as melhores ferramentas de e-mail marketing apresentam esse recurso —, para dar a impressão de pessoalidade.

Taxa de cliques

Depois da taxa de abertura, a taxa de cliques é a que você deve ficar mais atento, pois indica se o conteúdo do seu e-mail está conseguindo engajar os usuários.

Uma taxa de abertura alta e uma taxa de cliques baixa geralmente significam que os usuários só foram atraídos pela linha de assunto. Sendo assim, o ideal é conseguir uma proporção entre as duas taxas e anotar quais dos conteúdos foram clicados a fim de editorar com mais eficiência o seu próximo e-mail.

Taxa de entrega

A taxa de entrega é um elemento mais técnico, mas que não deve ser negligenciado. Isso porque o número de “bounces” — ou seja, dos e-mails que tentaram ser entregues e, por razões como caixa de entrada lotada, e-mail que não existe mais ou servidor inoperante — impacta diretamente na taxa de abertura, o que faz com que sua campanha sofra abalos.

Portanto, antes de disparar uma campanha de e-mail marketing, o ideal é que você exclua da sua base todos os contatos que tiverem e-mails inativos.

Descadastros e spam

Essas são métricas extremamente negativas, as quais você deve tentar reduzir ao máximo em qualquer campanha de e-mail marketing. O número de contatos que optaram por se descadastrar do e-mail marketing representa basicamente oportunidades perdidas — isso porque a linha de assunto não foi convincente e o conteúdo não agradou. Até aí, menos mal.

O problema é quando o mesmo usuário decide encaminhar o seu e-mail para a categoria spam, ou seja, para o lixo eletrônico — o que, dependendo da quantidade de spams, pode fazer com que você seja impedido de disparar novos e-mails usando o seu domínio.

Ficando atento a essas métricas básicas e realize testes A/B para definir as melhores linhas de assunto e os conteúdos ideais para o seu público-alvo. Dessa forma, sua campanha de e-mail marketing tem tudo para ser um sucesso!

E então, gostou das dicas sobre as métricas de e-mail marketing? Que tal conhecer os serviços que a Hostbits oferece para campanhas matadoras?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 6 =