Search console: o que é e por que é importante para seu site

Search console: o que é e por que é importante para seu site

0 Flares 0 Flares ×

Investir em marketing digital é, hoje, uma forma de valorizar o empreendimento, expandir seus horizontes, aumentar suas vendas e melhorar sua reputação. Todo site, entretanto, depende de métricas e análise periódica. O Google tem uma solução que ajuda nessa tarefa: o Search Console — antigo Webmaster Tools.

Enquanto o Google Analytics analisa o comportamento dos visitantes do site, o Search Console ajuda a saber como eles chegam lá. Trata-se de uma caixa de ferramentas essencial de otimização de site para as buscas do Google.

É importante separar um tempo para entendê-la e, assim, poder aplicar correções com os recursos disponíveis. Pode ser uma importante aliada para obter melhor posicionamento em resultados de pesquisa apenas organizando as páginas do site com base em relatórios de visitas e problemas encontrados. E o melhor: é gratuita.

Ela tem muito em comum com o Search Engine Optimization (SEO, otimização para ferramenta de busca): ambos ajudam a tornar os sites visíveis nos mecanismos de busca, de acordo com palavras-chave. A ferramenta do Google, porém, foi aperfeiçoada para assegurar que o site seja encontrado mais facilmente.

Otimização

O Search Console revela erros no site e no aplicativo da empresa para que sejam corrigidos e, assim, apareçam corretamente nos resultados de pesquisa. Além disso, permite ver quais termos levam à página e qual o conteúdo mais popular para, então, dedicar-se a ele.

Em outras palavras, a ferramenta ajuda a entender como o Google vê o site e, a partir disso, fazer otimizações, caso necessário. Não é preciso inscrever-se no Search Console para que a página apareça nos resultados de pesquisa do Google, mas a ferramenta ajuda a monitorar e otimizar seu desempenho.

É possível, por exemplo, melhorar a velocidade de carregamento das páginas, entender de onde vem o tráfego, identificar defeitos no HTML, melhorar o formato dos links, aperfeiçoar a linkagem interna e acelerar o SEO — o resultado é um melhor ranqueamento das páginas.

Assim, o site vai aparecer mais, ser mais clicado, ter mais visitantes, ganhar mais clientes e fechar mais downloads, conversões e vendas.

Funcionalidades

O Search Console foi modificado para atender ao público que o utiliza e agora já não se limita mais ao perfil técnico. Veja, a seguir, suas principais funcionalidades:

  • Search Appearance (Aparência de pesquisa): demonstra como o Google está lendo cada item das páginas do site – títulos, descrições, imagens e outros;

  • Search Traffic (Tráfego de pesquisa): quais pesquisas feitas no Google levam as pessoas a entrarem (ou não) no site;

  • Google Index (Índice do Google): como o Google tem indexado as páginas do site e identificado as palavras-chave que mais aparecem;

  • Crawl (Rastreamento): que dificuldades os robôs do Google têm ao vasculhar o site à procura de conteúdo relevante;

  • Problemas de segurança: envia notificações de problemas de segurança detectados no site, como infecção por malwares;

  • Recursos adicionais: funcionalidades extras para aprimorar ainda mais a otimização do site.

Instalação e configuração

Para ter acesso a todos os benefícios do Search Console, é preciso instalá-lo e configurá-lo. Veja como:

  • 1. Crie uma conta aqui. Para quem tem usa o Gmail, o processo é simples e rápido;

  • 2. Adicione o site e prove que ele é seu. Clique em “Add a site” e digite a URL;

  • 3. Na página seguinte, escolha “Alternate methods” e selecione “HTML tag”;

  • 4. O sistema fornece um código HTML que deve ser colado na home page do site. Quem usa o WordPress, deve clicar em “Aparência” e, depois, em “Editor”. Em outras ferramentas, é preciso descobrir como ter acesso ao HTML da home. Lá, adicione o código fornecido pelo Google;

  • 5. Grave as modificações e, no Search Console, clique em “Verify”;

  • 6. Pronto!

Usar o Google Search Console é relativamente fácil, mesmo para iniciantes. Um dos seus grandes méritos é detectar problemas automaticamente — o que facilita na hora de decidir quem fará o serviço.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe-o nas suas redes sociais para que mais pessoas conheçam melhor a ferramenta.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 19 =