Tudo o que você precisa saber sobre hospedagem de site

Tudo o que você precisa saber sobre hospedagem de site

0 Flares 0 Flares ×

Atualmente é mais que obrigatório que as empresas tenham um bom website, não é verdade? Nesse cenário, é sempre válido lembrar que, como o Google é a maior referência para se buscar soluções, ter sua marca devidamente projetada para o buscador é o primeiro passo para o sucesso do seu negócio. Mas é claro que os fatores técnicos ligados ao desenvolvimento de uma plataforma de sucesso vão muito além.

E um desses fatores é a hospedagem de site, o que mantém seu site disponível on-line e garante que potenciais compradores encontrem o seu negócio. E é por isso que hoje vamos falar sobre basicamente tudo o que você precisa saber a respeito da hospedagem de sites! Ficou interessado? Quer saber tudo sobre o tema? Então continue a leitura e esclareça as principais dúvidas que as pessoas têm acerca do assunto.

O que é a hospedagem de site?

A hospedagem de sites é um serviço que armazena todos os arquivos necessários para manter sua página disponível 24 horas por dia e durante os 7 dias da semana na internet. Atualmente são várias as empresas que disponibilizam esse tipo de serviço para garantir o funcionamento correto da sua página.

Vale ressaltar, no entanto, a importância de contratar os serviços de uma empresa que garanta uma hospedagem de qualidade, de modo que o site não tenha instabilidade e fique sempre no ar. Afinal, se um cliente for visitar o seu site não conseguir visualizar aquilo que necessita, certamente visitará o site de um concorrente e poderá até mesmo fecha negócio com a outra empresa.

Como escolher a melhor hospedagem?

Uma vez que a estabilidade de acesso pode ser o fator decisivo para que um cliente efetue uma compra ou entre em contato com sua empresa, é absolutamente necessário contar com o serviço certo de hospedagem de sites. Por isso, é vital escolher um plano que esteja de acordo com as necessidades do seu negócio ao mesmo tempo em que leva em conta fatores como espaço de armazenamento, suporte, plataforma de auxílio e banco de dados. Para saber mais sobre como escolher o domínio certo para seu site, confira nosso artigo sobre como escolher o melhor plano de hospedagem para a sua empresa.

O que vem a ser esse tal de domínio?

Assim como as pessoas possuem um documento de RG, todos os sites precisam de uma identificação fácil e única. Quando se cria um site, o serviço de hospedagem registra a página por meio do número de IP, um protocolo da internet que identifica cada uma das páginas — um exemplo de IP poderia ser 220.222.11.11. Mas imagine a dificuldade em se decorar diversos números diferentes para acessar um site! Praticamente impossível, certo? Pensando nisso, foram criados os domínios, que são nomes únicos para cada página.

Assim, independentemente do IP, o domínio do nosso blog é blogbits.com.br, por exemplo. Os domínios, por sua vez, podem ter extensões variadas, indo de .com ou .com.br a .org, .tv ou .info, por exemplo. Para empresas e negócios, prefira os tradicionais .com ou .com.br, que são as opções mais fáceis de assimilar e passam mais seriedade.

O registro de domínios deve ser feito no Registro BR, órgão que registra os nomes de sites. Assim, ao registrar um domínio, outra pessoa não poderá utilizar o mesmo nome que você. Para registrar o domínio é necessário pagar uma pequena taxa para a “compra” e renovar o registro anualmente.

Outra dica importante é comprar mais de um domínio para a sua empresa. Desse modo, você evita que um concorrente ou outra pessoa qualquer tenha um domínio parecido com o seu e cause prejuízos para a sua marca.

E o que é DNS?

Cada domínio é relacionado a um número de IP, que identifica esse website dentro da internet. Disso você já sabe, não é mesmo? Mas é preciso fazer uma ponte entre o nome escolhido e o IP. Está lembrado que falamos sobre como seria difícil decorar todos os números dos sites que você deseja entrar? Então agradeça ao DNS, sigla em inglês para Domain Name System, que significa Sistemas de Nomes de Domínios.

O que o DNS faz é traduzir as palavras que você digita na sua barra de pesquisa para o servidor, indicando qual endereço de IP deve ser exibido. Graças ao DNS é possível digitar www.blogbits.com.br e entrar no nosso blog!

É importante que o seu domínio seja direcionado para o DNS da empresa de hospedagem, de modo que a conversão dos dados ocorra de forma correta e prática.

Como controlar a hospedagem?

Bons serviços de hospedagem têm um painel de controle completo e organizado para facilitar a administração do seu site. Para entender melhor porque e como esse painel de controle pode ajudar, é importante primeiramente esclarecer um ponto: o painel de controle da hospedagem, também conhecido como Cpanel, é diferente do painel financeiro — Central do cliente! O Cpanel é uma interface do usuário para a manutenção e o monitoramento do serviço de hospedagem. Por meio dela é possível gerenciar o banco de dados, estatísticas,  e-mails e verificar a velocidade, instalar aplicativos etc.

Por meio do painel de controle, é possível instalar, por exemplo, o WordPress, ferramenta muito popular para o desenvolvimento de websites. Isso fará com que você tenha facilidade sempre que necessitar fazer qualquer alteração pontual ou total no seu site.

Que termos técnicos é preciso conhecer?

Tráfego

O tráfego é definido basicamente por todas as visitas que seu site recebe. Sempre que um usuário clica no link ou digita o endereço da sua página, torna-se um visitante. E todas as visitas somadas são o tráfego total do seu site! As visitas podem se originar de diversos pontos, sendo orgânicas — se originadas de pesquisas em buscadores como o Google —, pagas — se vierem de campanhas pagas de anúncios —, de redes sociais ou diretas — se o usuário digitar o endereço diretamente na barra de pesquisa.

Em estratégias de marketing, por exemplo, é interessante mensurar o tráfego para que você saiba de onde vem os acessos do seu site. Isso possibilitará alterar ou aperfeiçoar as estratégias.

Os registros de tráfego também podem ser úteis para avaliar as taxas de abandono no seu site. Ou seja, se as pessoas acessam o site, mas fecham a página rapidamente, pode significar que não tenham gostado do conteúdo que visualizaram.

Subdomínio

Um subdomínio nada mais é que uma ramificação do domínio. Assim, se seu site principal é www.suaempresa.com, www.blog.suaempresa.com pode ser um subdomínio. Subdomínios são gratuitos e fornecem uma estética bem legal para suas páginas, além de permitirem a personalização do seu site.

Os subdomínios são úteis para caracterizar seções específicas do seu site como um blog, um espaço para comentários, um fórum para discussão e esclarecimento de dúvidas, uma página exclusiva para visualização de fotos e vídeos etc.

FTP

O Protocolo de Transferência de Artigos — ou File Transfer Protocol — facilita o acesso a arquivos presentes no site e acelera o processo de passagem desses arquivos para um serviço de hospedagem.

É pelo FTP que as fotos, textos, vídeos e outros conteúdos disponíveis no seu site são transferidos de um computador para a rede, por exemplo.

Redirecionamento

Uma das ferramentas mais versáteis dentro do provedor de hospedagem é o redirecionamento. Com ele é possível redirecionar uma página para seu domínio ou para um domínio externo. Assim, é possível direcionar  www.seudominio.com para www.seudominio.com.br/promoçao, por exemplo.

O mesmo vale para quando você possui diferentes registros de domínio como www.seudominio.com e www.seudominio.com.br . Assim, independentemente da forma como o usuário digitar o endereço no navegador que estiver utilizando, ele terá acesso ao seu site.

Espaço

O espaço é a capacidade de armazenamento do seu provedor ou servidor, que determina a quantidade de arquivos que pode ser armazenada. Geralmente o espaço disponível é dado em gigabytes ou terabytes, sendo que 1 GB é igual a 1024 MB e 1 TB é igual a 1024 GB.

Em sites simples e com poucas informações, não é necessário ter muito espaço. No entanto, no caso de e-commerces ou sites que possuem uma ampla quantidade de imagens, recomenda-se um espaço maior e isso deve ser solicitado à sua empresa de hospedagem.

Gerenciador de arquivos

Um gerenciador de arquivos é a base do gerenciamento do seu site, sendo possível administrar por lá as pastas e os arquivos de sua estrutura. Ali também se pode fazer downloads, uploads, excluir e alterar qualquer arquivo. Esse gerenciamento pode ser feito através de HTTP ou via web.

É importante que, ao utilizar o gerenciador de arquivos, se tenha muito cuidado para não deletar informações que podem ser importantes para o site. Além disso, manter o espaço sempre organizado e com as pastas e arquivos renomeados corretamente pode ser útil para quando você necessitar fazer alguma alteração.

Contar com um serviço de hospedagem seguro e estável é o primeiro passo para ter um site de sucesso, que vai de fato trazer mais vendas e resultados para seu negócio. A HostBits oferece serviços de altíssima qualidade e certamente conta com um plano ideal para atender às demandas do seu negócio. O que ainda está esperando para entrar em contato?

E se gostou do artigo sobre hospedagem de site, aproveite para assinar a nossa newsletter e receber mais informações interessantes como essa, diretamente no seu e-mail.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × quatro =